TOP 10 – Desenhos adultos (que você viu ou não conhece)

Desenhos animados com teor de sexo, drogas e muita violência já fazem parte do histórico da animação a muito tempo, a diferença é….. esse humor adulto da era de ouro se tornou banal e simples se comparado ao que hoje vemos na tv, onde as piadas que envolvem sexo se tornam quase um filme pornô animado (hentai). Mesmo assim existe ou existiam, boas animações adultas que nivelavam suas piadas não as tornando tão apelativas mas, incomodando na dose certa em alguns casos. É nelas que tem base a minha lista, uma lista mais de gosto pessoal do que popular.

PS: Sei que o japão é supremo em animações com roteiro e temática adulta mas, nessa lista entrará apenas animações ocidentais ou seja…. nenhum anime. Mesmo porque já dei uma lista de boas animações japonesas que você pode vir a conhecer/gostar.

Então vamos a lista

10 – BETTY BOOP

 

Sexo, violência, drogas, piadas racistas isso era os cartoons de Betty Boop. Betty teve sua estreia nos cinemas em agosto de 1930 e foi produzida pelo Fleischer Studios. Em seus primeiros curtas a sensualidade apelativa de Betty criou algumas polêmicas com a censura. Animações em que a personagem era mostrada de seios de fora, roupas mais do que curtas ou peças íntimas fazia parte do pacote de desenhos.  As melhores aparições de Betty Boop estão em seus primeiros três anos devido ao seu caráter de “Jazz Baby” e à sexualidade inocente, que era voltada para adultos. No entanto, o conteúdo de seus filmes foi afetado pela Legião Nacional de Decência (Código Hays). O Código de Produção de 1934 impôs diretrizes sobre a Indústria de Cinema e colocou restrições específicas sobre os filmes que poderia fazer referência a insinuações sexuais. Isso afetou muito os cartoons Betty Boop.

a partir da data em que o código entrou em vigor, Betty tornou-se uma dona de casa solteirona, que usava um vestidos longos ou saias. Além disso, à medida que o tempo progrediu, os cachos em seus cabelos diminuíram gradualmente, ela finalmente parou de usar pulseiras de ouro e brincos de argola, e tornando-se mais madura e mais sábia em personalidade, em comparação com seus anos anteriores. Até mesmo a introdução do seu desenhos sofreu censura, as piscadelas de Betty Boop sacudindo seus quadris eram considerados “sugestivos de imoralidade”. Para algumas intros, foi dado um namorado a Betty, Freddie  que foi introduzido em She Wronged Him Right (1934). Mesmo assim não adiantou muito alongar ainda mais o seu vestido e a cobrir quase por inteiro, em 1939 Betty Boop sumiria das telas por um período grande (tendo seu retorno nos anos 80 em produções de Bill Melendez e Lee Mendelson).

Helen Kane a esquerda - Clara Bow a direita

Helen Kane a esquerda – Clara Bow a direita

Betty Boop é considerada como uma dos primeiras e mais famosas sex Simbol na tela animada; ela é um símbolo da era da Depressão e um lembrete dos dias mais despreocupados da Jazz Age. Sua popularidade foi tirada em grande parte do público adulto, e seus cartoons embora aparentemente surreais, continha muitos elementos sexuais e psicológicos, particularmente no “Talkartoon”, Minnie the Moocher, com Cab Calloway e sua orquestra. Minnie the Moocher definiu o caráter de Betty como uma adolescente de uma era moderna, em desacordo com os caminhos do velho mundo de seus pais.

Betty Boop era ÚNICA entre personagens de desenho animado, porque representava uma mulher sexy. Outras personagens femininas do mesmo período, como Minnie Mouse, exibiam suas roupas íntimas regularmente no estilo de personagens infantis ou cômicos, mas não de forma completamente definida. Muitas outras caricaturas femininas eram meramente clones de seus co-stars masculinos com alterações no traje, a adição de cílios e uma voz feminina. Betty Boop usava vestidos curtos, saltos altos, uma liga de perna e seus seios estavam destacados com um corpete baixo e contornado.

O design de Betty Boop foi inspirado em Helen Kane (Betty Boop foi originalmente criada de uma caricatura da cantora), fato que alguns anos mais tarde rendeu um processo de Helen em cima de Max Flescher que ao final não deu em nada. Clara Chow também foi uma das atrizes da época a servir de inspiração para a criação de Betty. De qualquer forma, Betty Boop e Flescher Studios é um assunto bem mais extenso do que o contado aqui e que talvez se torne assunto de um tópico sobre isso.

 

09 – THE OBLONGS

Em 1999 era lançado o livrO “Creepy Susie and 13 Other Tragic Tales for Troubled Children” de Angus Oblong, Ao contrário do título sugere, as crianças não são o público-alvo do livro, pois tem em seu conteúdo sexo, canibalismo e assassinato.

Em 2001, o livro acaba ganhando uma adaptação em desenho animado (adult Swim) e foca nas palhaçadas de uma família que vive em uma comunidade de vale pobres, e como resultado da poluição e exposição à radiação, são todos deficientes ou deformados. A poluição é o resultado direto do estilo de vida luxuoso da rica comunidade conhecida como “As Colinas”, cujos habitantes exploram e prejudicam os moradores do vale sem absolutamente nenhum respeito pela sua segurança ou bem-estar.

Ele estreou em 1 de abril de 2001 no The WB, mas não conseguiu encontrar uma audiência sendo cancelado logo após o segundo episódio (com o último episódio da temporada sendo exibido logo como segundo episódio), exibido posteriormente na grade do Adult Swim onde conseguiu ter 13 episódios lançados.

O desenho animado apresentava piadas de  rápidas sobre o nosso sistema de castas não verbalizadas, piadas sobre o meio ambiente e histórias sobre a cultura pop e políticas. Em nossos tempos de politicamente correto ligado no máximo, Os Oblongs com certeza estaria no topo vermelho disso.

 

08 – DRAW TOGETHER

Em 1999, John de Mol, um executivo da TV holandesa, sócio da empresa Endemol, teve a ideia de criar um Reality Show onde pessoas comuns seriam selecionadas para conviverem juntas dentro de uma mesma casa, vigiadas por câmeras, 24 horas por dia. O nome do programa foi inspirado no nome de um personagem do livro 1984 de George Orwell: Big Brother.
Inspirado no sucesso desse programa em 2004 estreava Drawn Together (no Brasil conhecido como Casa Animada), ao qual tinha como participantes de um programa de tv, estereótipos baseados em vários personagens (ou traços ) de sucesso dos desenhos animados. A serie foi criada por Dave Jeser (roteirista do fracassado The Cleveland Show e o do surpreendente Axe Cop) junto de Matt Silvestein (também roteirista de Clevaland, Axe Cop e Dj & Fro).

O desenho continha uma linguagem adulta e politicamente incorreta, mórbido e satírico, sendo o seu foco principal é de escarnecer os estereótipos e abordar (de forma escrachada) temas considerados tabu como a masturbação, parafilia, BDSM, homossexualidade, aborto, estupro, incesto, pedofilia ,violência domestica, racismo, homofobia, Antissemitismo, necrofilia, terrorismo, violência e morte. Draw Together teve 3 temporadas e mais um longa animado (que saiu diretamente em dvd). No longa ao qual não continha nenhuma censura (sim, o desenho continha muitos palavrões, nudez, sexo e tudo de indecente que se pode imaginar mas…. na tv tinha sim um pouco de censura).

O episódio piloto, “Hot Tub” recebeu críticas medíocres que se concentrou principalmente em sua crudeza. USA Today afirmou que o piloto extrapolou os limites sendo dominado pela violência, sexo e assuntos repugnantes. Mesmo assim Drawn Together é pesado repleto de referencias a cultura pop e com certeza merece estar nessa lista.

 

07 – HARVEY O ADVOGADO

Em 1967 ia ao ar nas manhãs da tv (americana), Homem-Pássaro. Personagem da ala dos super-heróis da Hanna-Barbera. Birdman dividia seu programa com a equipe galaxy trio embora as tv os exibissem em dias e horários separados. Originalmente Birdman teve um total de 21 episódios e contava a história de Ray Randall (formula de nomes de Stan Lee? ) que escolhido pelo próprio Deus Ra (Deus egípcio do Sol) acaba por se tornar seu avatar e campeão na terra.  Assim como Shazam, Birdman ativa os seus poderes ao gritar o seu nome.

Harvey o Advogado é um resgate do personagem Birdman só que dessa vez não atuando como Super-herói mas como um “valente” advogado (continua a favor da lei). Em seus casos Harvey atua em casos que envolve outras series da Hanna-Barbera como Flintstones, Scooby-Doo, Jonny Quest, Jetsons (um dos casos mais engraçados da serie) e tantos outros.  A serie teve quatro temporadas, divididos em 39 episódios e é um Spin Off da serie Space Ghost – Costa a costa (também da Cartoon Network) onde Birdman ganhou o seu nome (Harvey).  As piadas do desenho são politicamente incorretas envolvendo sexo, violência, homossexualidade e muitos outros, misturando ao tempero de ridicularizar as vários outros desenhos/personagens da hanna-barbera fazendo assim piadas sobre a sexualidade do Dr. Quest (Johnny Quest), o poder de crescer de Chefe Apache e sua cota racial no desenho (Super-Amigos) e tantas outras piadas.

É um daqueles desenhos que mistura nostalgia e acidez na medida certa.

 

06 – LABORATÓRIO SUBMARINO 2021

 

 

Em 1972 a Hanna-Barbera exibia nas manhãs de sábado Sealab 2020, um desenho com conteúdo ecológico sobre a vida marinha e contava sobre uma base de investigação subaquática no ano de 2020 (48 anos no futuro, no momento da transmissão). Comandado pelo capitão Michael Murphy, Sealab era lar de 250 pessoas, e foi dedicado à exploração dos mares e à proteção da vida marinha. a tripulação da Sealab enfrentava desafios como ataques de tubarões e calamares gigantes, potenciais desastres ambientais e ameaças à Sealab e à vida marinha dos navios. A serie teve um total de 13 episódios (somente) e acredito eu ter sido uma das serie que futuramente influenciava produções como Capitão Planeta e Free Willy (a serie animada).

Pegando o mesmo gancho de Harvey o advogado, o estúdio  7030 Productions lançava na grade do adult Swim (no cartoon network) em dezembro de 2000, Sealab 2021.  A animação seguia o mesmo esquema de Space Ghost – costa a costa utilizando animações da produção dos anos 70 e mostrava a vida de uma tripulação que ficou louca após permanecer um ano presa dentro do laboratório, e pouco a pouco foi deixando de lado as pesquisas.

O estilo de humor do desenho é bem nonsense tendo diálogos e situações bem bobas, o que torna o desenho singular em uma época em que a grade de desenhos adultos sempre apela para o mais rápido jeito (sexo, temas polêmicos e violência excessiva). O episódios não tem continuidade nenhuma já que em boa parte deles o laboratório era destruído ou algum personagem morria, aparecendo vivo e com um laboratório reconstruído.

Embora houvesse resistência inicial de vários dos criadores da série original para a reutilização de seus personagens, a serie conseguiu ser produzida, rendendo 5 temporadas (2000 – 2004), tendo sua produção cancelada por decisão da 7030.  Acredito que os produtores da serie Archer beberam muito da fonte deixada por Sealab 2021, incluindo uma parcela do humor e a e o estilo de  animação recorte dando uma ideia vintage casada com diálogos modernos  ( Archer tem em sua equipe de animação Adam Reed e Matt Thompson que também trabalharam em Sealab 2021, além disso a serie em sua quarta temporada tem um episódio em homenagem a serie (Sea Tunt: Part II)).

 

05 – STRIPPERELLA

Nos anos 96 Pamela Anderson interpretava  Barb Wire, a sexy caçadora de recompensas super-porradeira que, também é proprietária de uma casa noturna nas horas vagas. Dois anos depois Pamela retornaria as telas (de tv agora) com a serie VIP, série de humor e ação mostrava os bastidores de uma empresa de segurança, chefiada pela bela Vallery Irons (Pamela), cuja missão é proteger os ricos e famosos de Beverly Hills. Tanto o filme quanto o seriado ao meu ver foi feito para se aproveitar ainda mais de toda a mídia focada em Pamela e seu recente escândalo de sex tape com o seu ex-marido Tommy Lee e, do seu imenso carisma entre os nerd babões virgens da época (desde Baywatch ao qual acabou dando “imenso” destaque a Pamela não por sua atuação mas pelos seus dotes peitares). Não era de se espantar que Stan Lee também entrasse nessa onda de Pamela.

Bem ao estilo do que foi feito aqui com Tiazinha que se transformou em quadrinhos eróticos e serie de tv (muito ruim por sinal).

Em 2003 Stan Lee em parceria com a Spike lançava Stripperella, personagem que muito se parecia com Barb Wire com uma mistura de Batgirl e com aventuras bem parecidas com a serie dos anos 70 do Batman (aquela com o Adam West). Pamella concordou em ceder sua imagem e voz a personagem contanto que, Erotica Jones (identidade real de Stripperella) nunca fosse mostrada nua na serie (nem mesmo uma mamilo de fora), e assim a serie o faz. Embora o humor apelativo das curvas da personagem seja carro chefe em muitos dos casos, a sacada de Stripperella é um humor bem ingênuo lembrando muito a serie de filmes Austin Powers, com algumas piadas beirando ao non sense total.

stan2

A serie durou apenas uma temporada de 13 episódios, depois de se envolver em um grande processo jurídico que envolvia Stan Lee e uma Stripper de nome  Janet Clover (Apelido Jazz) ao qual afirmava que, comentou sobre sua criação (Stripperella) com Stan após uma dança de colo, esse se apoderou da ideia da stripper. Embora ao final de tudo Janet tenha perdido a causa (a mesma tentou lutar na justiça por si só sem ajuda de advogados, ela alegava que não poderia pagar 6.000 dólares dos honorários), a serie foi cancelada por conta desse rebuliço todo.

Em 2011 a Deepcut productions lançava em parceria com Stan Lee as histórias de Stripperella para tablet e dispositivos de leitura, embora o design da personagem tenha mudado bastante o humor e a aventura simples continuam. De qualquer forma, embora não seja para as crianças graças a todas as danças eróticas e trocadilhos de duplo sentido, esta é a comédia de ação perfeita para colocar quando você só quer sentar e rir de algo absurdo, bobo.

04 – FRANGO ROBÔ 

Em uma época de animações 3D ganhando cada vez mais espaço na tv e nos cinemas, Frango Robô surge para mostrar que um bom roteiro (e extremamente engraçado) e uma técnica de animação simples se pode ganhar tudo. Frango Robô é de criação do ator Seth Grenn (interprete de Scott o filho de Doctor Evil em Austin Powers) e Matthew Senreich. A serie estreou na grade do Cartoon Network no bloco do Adult Swim em 2005 e se mantém até hoje com 8 temporadas já lançadas.

A serie foi inspirada em tirinhas conhecida como “Twisted ToyFare Theater” publicada em uma revista mensal da Wizzard sobre colecionáveis chamada “TOYFARE”.  Já o nome faz referencia a um prato de um restaurante chinês onde Seth e Matthew jantaram uma vez,  Kung Pao Bistro. No original o programa se chamaria ” Junk in the Trunk”.

Frango robô - prato de Kung Pao Bistro

Frango robô – prato de Kung Pao Bistro

A animação satiriza a programação dos canais americanos e a cultura pop em geral. Tudo serve de paródia ou sátira no programa. De brinquedos, filmes, televisão, modismos populares, cartoons, animes e etc. Outra característica marcante no programa Frango Robô é forma sombria em que os desenhos animados infantis são retratados. Talvez esse seja o segredo do sucesso do programa com o público jovem e adulto. Além disso George Lucas, Mark Hamill, Dan Castellaneta (Dublador de Homer Simpson), Matthew Lillard (o Salsicha dos primeiros filmes do Scooby-Doo) e muitos outros nomes famosos participaram do elenco de dublagem da serie. Além de especiais de meia-hora sobre Star Wars e o universo DC que tiveram uma repercussão boa e gigante entre os fãs das franquias.  Talvez a grande formula do sucesso de Frango Robô é brincar com grandes franquias soando como homenagem o que agrada muito diminuindo talvez a onda Hater, não é atoa que depois que Aqua Teen chegou ao fim Frango Robô é a serie de maior duração no Cartoon NetWork.

No Brasil Frango Robô atualmente está sendo exibido no canal TBS, graças a um Deputado mongol que não entendeu muito bem o que era o Adult Swim mas…. isso é assunto para outra pauta.

 

03 – MISSION HILL

Mission Hill não tem como faltar nessa lista, afinal um desenhista/animador acaba criando uma identificação por essa serie. Mission Hill conta a história de um grupo de amigos (ao estilo FRIENDS) em convivem em um apartamento na pacata (ou não) cidade Cosmópolis, no bairro de Mission Hill. O desenho conta a história dos irmãos French. Andy o mais velho é cartunista que trabalha em uma loja de colchões d’água e Kevin, estudante nerd que sonha em entrar para Yale (universidade).

A serie foi criada por Bill Oakley e Josh Weinstein e tem apenas 13 episódios. Ela inicialmente estreou no canal WB mas não passou do segundo episódio sendo cancelada após mais uma tentativa de 4 episódios. Após isso migrou para o Teletoon onde teve seus treze episódios exibidos sendo que inicialmente a primeira temporada deveria ter 18 episódios mas… não deu muito certo continuar a produção depois do cancelamento.

De todo o jeito o desenho acabou sendo idolatrado e amado pela cena cult  o que rendeu o prêmio Pulcinella 2000 como “Melhor Série para Todos os Públicos”.  O prêmio destacou o “design estilizado e a abordagem honesta das questões sexuais e morais”, assim como prêmio GLAAD (Gay & Lesbian Alliance Against Defamation algo como Aliança Gay & Lésbica Contra a Difamação) por “retratar de forma positiva um relacionamento gay” e ao meu ver foi um dos primeiros desenhos a mostrar um relacionamento gay em um desenho animado pelo menos que eu me recorde em produções do anos 90.

Mission Hill  é sem dúvida excelente, não só pelo seu humor bem equilibrado mas pelas cores extremamente estilizadas claras em tom neon, que acaba deixando uma impressão agradável a quem assiste o desenho. Além disso o humor negro no roteiro contando como é difícil a transição para a vida adulta. O desenho também mostra de forma bem mista as diferentes formas da cultura americana indo desde os góticos, punks, indies, viciados, hippies e mais uma centena de outras formas culturais. Sem dúvidas eu super-indico a todos, afinal ele está na minha lista de preferidos não é atoa.

 

02 – BEAVIS AND BUTT-HEAD

 

 

Beavis and Butt-Head é um dos desenhos que eu mais gosto, criado por Mike Judge em 92 para a Liquid Television com o curta Frog Baseball, Judge animou e dublou o curta inteiro sozinho. Não demorou muito para que a MTV ficasse de olho e o convidasse a trabalhar em uma serie para tv. A serie estreou em março de 93 e durou oito temporadas, chegando ao seu termino na MTV na sétima (em 97) migrando para uma oitava e última na Comedy Central em 2010.

 

Beavis e Butt-Head foram inspirados em alguns colegas de infância de Judge quando o mesmo frequentava a escola católica. Ao comentar em algumas entrevistas ele dizia que esses colegas de fundo de sala de aula sempre riam de qualquer frase boba que viesse da boca de seus professores, exemplo disso era quando o Padre dizia “Tomai todos e comei” seguido dos comentários do fundão “hehehehe comei”. Além de seus colegas, as risadas peculiares dos personagens tiveram base de um vizinho que tinha problemas psicológicos ao qual quando parava de tomar seus remédios de “cortar felicidade” ria constantemente de tudo e a cada frase dita.

 

Beavis e Butt-Head entraram em vários problemas em acusações de incitar crianças a incendiar casas, violência contra animais, violência contra outras pessoas e etc. O que causou enormes dores de cabeça a MTV que acabou mudando seu aviso inicial do show:

” Beavis e Butt-Head não são reais. São pessoas estúpidas de desenhos animados criado poe esse texano que nem sequer conhecemos direito. Beavis e Butt-Head são idiotas burros, cruéis, imprudentes, feios, sexistas e autodestrutivos. Mas por alguma razão os cabecinhas de vento nos fazem rir.”

E acabou mudando para:

Beavis e Butt-Head não são modelos a serem seguidos. Nem sequer são humanos. São desenhos animados e algumas das coisas que eles fazem pode deixar pessoas machucadas, expulsos, presos e possivelmente deportados . Simplificando as coisas: Não tente isso em casa.”

O humor de Beavis e Butt-head é estúpido, corrosivo ao criticar o governo, as autoridades, o sistema educacional, a sociedade adulta em geral.  Infelizmente seria o tipo de humor que seria massacrado caso voltasse a tv hoje em dia pelos combatentes da liga SWJ.

 

Beavis e Butt-Head é pra mim uma das melhores series de animação adulta que já existiram perdendo lugar apenas para o gigantesco Simpsons que trouxe de vez a sátira e o politicamente incorreto aos desenhos animados (na minha opinião). Influenciando várias outras produções futuras como Hora de Aventura (o criador da serie era muito fã de B&BH), Apenas um Show (Quintell também) e muitas outras produções de hoje (só que menos cru).

 

01 – OS SIMPSONS

 

Antes de mais nada gostaria de deixar registrado que as informações sobre os Simpsons compartilhadas nessa postagem serão bem por cima pois, pretendo fazer uma postagem especial somente dessa serie em particular.  E quero fazer algo completamente grande e perfeito por isso vamos lá.

Os Simpsons tiveram sua estreia no programa de Tracey Ullman Show em abril de 87. Os curtas foram uma solicitação de James L.Brooks a Matt Groening, que transformou os membros de sua própria família nesses personagens (trocando apenas seu nome próprio nome por Bart). Após três anos no programa de Ullman, os Simpsons ganharam sua própria serie em horário nobre.

687

Desde sua estreia em 17 de Dezembro de 89 (o primeiro episódio é um episódio de natal), os simpsons já tiveram 618 episódios em 28 temporadas (exibida em 2016) e vários processos. O humor do programa se baseia em referências culturais que cobrem em amplitude a sociedade para que os telespectadores de todas as gerações possam apreciar a série.  referências Referencias a cultura pop em todas as áreas desde video-games, series de tv, filmes, literatura, animes, cartoons, música e qualquer coisa que esteja ateiada a ela.  Kristin Thompson argumenta que The Simpsons usa uma “enxurrada de referências culturais, caracterização intencionalmente incoerente e considerável auto-reflexividade sobre as convenções de televisão e o status do programa é como de um programa de televisão”.

raw

 

Os Simpsons se tornando um fenômeno cultural estando em  jogos de vídeo-games, boardgames, longas metragens (animados claro), parque temático e até mesmo novas palavras no dicionário. Em 2001 o Oxford English Dictionary (um dos mais conceituados dicionários da língua inglesa) adicionou ao seu vocabulário a palavra “D’oh!’, o famoso grito de Homer como “frustração quando as coisas não saem como o previsto, ou quando alguém fez alguma coisa bem cretina“.  Além disso Marge Simpson foi a primeira personagem em desenho animado a ter um ensaio fotográfico na playboy, acredite ou não mas a revista recebia inúmeros emails pedindo esse ensaio e em 2010 isso aconteceu (sendo uma das mais vendidas nos Estados Unidos).

Simpsons influenciou e continua influenciando novas sitcoms animadas a todo instante e com certeza é uma dos grandes marcos da animação e da tv mundial e com certeza esse primeiro lugar é mais do que merecido a eles.

 

FINALIZANDO

Existem vários outros desenhos adultos que realmente são bons mas foquei em gosto pessoal. Menções honrosas como Aeon Flux, The Maxx, Futurama, Family Guy, American Dad e tantas outras. Essa matéria foi apenas para voltar a tirar a poeira do blog e retomar as atividades, principalmente com o público carente ainda das famosas teorias e outras matérias. Espero poder semana que vem trazer mais uma nova matéria.

 

Abração e SÉRE

Que Horas são? Hora de Aventura – Teorias e curiosidade 5ª temporada – 4ª parte

finn-and-jake-adventure-time-16196-_zpsb8655d45

OPA OPA OPA…. Chegou o pãozinho da sopa. Voltei com mais uma matéria sobre teorias e curiosidades hora de Aventura. Confesso que estive afastado durante muito tempo do blog mas… por uma boa causa. Estou repaginando meu canal (Urubutrix) e trabalhando muito. Sabe como é, vida de animador 2d não é tão simples como o povo pensa. Que é só viver de pernas pro ar desenhando e cantando com a música da cigarra. Mas enfim, além disso estava muito difícil de conciliar o blog, canal, família, trabalho e Skyrim (um viciado de carteirinha). Mas chegou, enfim chegou, Depois de tantas mensagens, emails, sinais de fumaça e zapiadas…. as teorias voltaram.

Antes de começar eu gostaria de dizer uma coisinha. As teorias mostradas nas matérias anteriores são datadas, o que quer dizer que foram feitas no período daquela temporada e muito do que está nelas é especulação de um fã e bom observador. Então não adianta encher os comentários do tipo “Susanna é um robô (embora acredito ainda que ela não seja. E sim um ciborgue) e tantas outras respostas que foram dadas ao longo dessas duas temporadas a frente dessa (se você está lendo essa matéria saiba que a sétima temporada já está na metade).  Uma outra coisa é que, as teorias que vou deixar aqui foram escritas em notas de word e blocos de nota ou seja…. são datadas também. Isso só prova que eu deveria tê-las lançado a muito tempo mas…. imprevistos acontecem. Então vamos aos episódios.

PS: Sei que um famoso canal no youtube anda lendo minhas matérias e não dando créditos a fonte. Mesmo assim, valeu. Saiba que eu sei, pois muita coisa somente eu achei em termos de referencias. Mas vamos lá.

Leia o texto completo »

LAURA E A CULTURA POP

12095058_10153763683077147_3607789003868376879_o

A algum tempo eu tenho lido em várias discussões de facebook, blog, sites, canais no youtube a grande polemica sobre a skin alternativa de Laura, a nova personagem de nacionalidade Brasileira no game Street Fighter V. A polemica skin mostra uma mini-camiseta acompanhado de um shortinho curto e uma calcinha asa delta. Muitas mulheres se sentiram ofendidas pela representação já que, representa de certa forma o mercado sexual (ou bundalização) que muitas emissoras ajudam a divulgar em outros países.

Em contra-partida muitas mulheres e homens, defendem a skin como uma roupa que a personagem (não real) poderia sim usar já que, ela tem o livre arbítrio de usar o que quiser, assim como na vida real. Eu faço parte dos dois lados em 50%. Entenda porque.

Leia o texto completo »

SHINGEKI NO KYOJIN – URUBUTRIX VIU!

ee8f327e3a4efda1882938389e601e0e

Que Shingeki no Kyojin é um sucesso isso é inquestionável, o anime que desde a sua estreia nas tv dos japas no ano de abril de 2013 pelo supremo estúdio Wit Studios (responsável também pelo anime Owari no Seraph). O anime que tem bastante referencias a Homem-Aranha (como já foi dito pelo produtor da serie em animação) e Pacific Rim (Circulo de fogo), e já rendeu além do mangá e a serie em animação e futuros livros divido em 3 partes.  Mas a matéria não é sobre a grandiosidade da serie e etc e sim sobre o primeiro live action. Eu, Fernalf vi e acredite, muitos fãs irão me odiar para o resto de suas vidas então vamos a critica.

Leia o texto completo »

What’s up Bugs? 75 Anos de Pernalonga

 

bugs-bunny-title-card

No dia 27 de julho de 1940 estrelava o curta dirigido por Tex Avery “The Wild Hare”, curta esse que seria o nascimento oficial de um dos coelhos mais amados do mundo dos desenhos animados, Pernalonga. Mas isso não significa que o mesmo não estivesse dando umas voltas em vários curtas antes de “nascer” oficialmente. Eu, como ultra fã desse coelho SUPREMO não poderia deixar passar a data em branco sem fazer um apurado da sua história. Por isso se aconchega porque essa matéria é grande.

Leia o texto completo »

O MIÓ E O PIOR DE 2014

oscars

Bem bem bem, voltamos com o nosso giro anual sobre os melhores e piores momentos ou coisas de 2014, e olha não foi muito difícil. 2014 foi um ano memorável, Xuxa demitida foi só a pontinha do iceberg de imprevistos ocorridos em 2014. Por isso vamos a nossa lista.

Leia o texto completo »

ESPECIAL HALLOWEEN – Um especial para você morrer…de rir. Top 5 CARTOONS!

halloween-abobora-lanterna

O Halloween sempre foi um tema extremamente divertido quando usado em desenhos animados. Disney com seu Mickey e cia, Warner com seus Looney Tunes, Os irmãos Flescher com Betty Boop e etc. Estava eu pensando em fazer uma matéria sobre Freak Shows mas, resolvi deixar esse tema um pouco mais para frente pois, a serie de TV American Horror Story Freak Show ainda não terminou e, estou fazendo algumas anotações sobre coisas e fatos colocados na serie que são realmente reais e isso demora um pouco até concluir minha pesquisa por isso, vamos rir um pouco antes de se entrar em terras onde o terror é o carro -chefe. Então vamos lá

Leia o texto completo »

Apenas um Show – Uma viagem aos anos 80

tumblr_n25g3y9ng51tu1j3mo1_1280  E no dia  6 de Setembro de 2010 estreava no Cartoon Network o que seria uma viagem ao anos 80 e 90 em um único desenho, Apenas um Show. Se você acha que tudo que eu coloquei nesse primeiro paragrafo é mentira então se prepare para conhecer o lado mais bacanudo de Apenas um Show. Sente na frente do seu pc, notebook, tablet e vamos a matéria. PS: Antes de comentar, seja uma pessoa batuta e leia por favor a matéria até o fim. THANKS

Leia o texto completo »

Que Horas são? Hora de Aventura – Teorias e curiosidade 5ª temporada – 3ª parte

535402_491038184273730_797309518_n

Então, eis que depois de muito tempo sem uma atividade AdVENTUREtimistica no blog, voltamos. Sim, estive ausente/presente nesse tempo devido ao Tô na Neurose (projeto que tenho com um grupo de amigos do qual tratamos de Hora de Aventura e todo universo da cultura pop).  Além disso, trabalhar com animação não é o universo mais lindo do mundo… exige tempo e muito trabalho.  Mas enFINN, estamos aqui para saciar a vontade insaciável de muitos fãs de hora de Aventura com mais 10 episódios. Ao final dessa matéria preparei uma surpresa a vocês, logo…. LEIA ATÉ O FIM!

Leia o texto completo »

Meu top 10 de anime

THE_JUSTICE_LEAGUE_OF_ANIME_by_ninjatron

Anime, coisa que esse que vos escreve não é muito fã. Como assim? Pergunta você do outro lado da telinha do pc indignado por saber disso, calma eu explico. Minha preferência sempre foi Cartoon americano, pois  ele foi minha única base de apoio na minha infância. Escolhi a profissão que tenho hoje por causa deles e meu traço é totalmente cartoon, logo… minha praia é cartoon. Mas isso não significa que eu não assista e tenha alguns dentro do coração. Para eu escolher um anime eu tenho uma série de pontos que eu coloco para analisar se vale ou não a pena assistir aquele anime (acredite, às vezes até o traço igual me afasta de boas animações japonesas). Com isso coloco aqui a minha lista dos 10 melhores animes em minha opinião.

PS: Dragon Ball, Cavaleiros e Samurai X, Evangelion (o que eu chamo de santa cruz dos animes) não entrarão na minha lista por um simples motivo. Eu amo tanto esses animes que eles estão fora da categoria e se eu adicionasse eles…. seriam 4 outros animes que estariam na lista. Além disso, Shingeki no kyojin deveria estar na minha lista mas… ainda está muito em evidência e por isso prefiro colocar na lista animes que já estão completos (eu adoro shingeki no kyojin, antes que alguém decida me crucificar).  Então vamos a ela:

Leia o texto completo »