Vocaloid – A nova ficha da SEGA

Antis de dar a minha opinião sobri Vocaloid, queru deixar aqui um rezumo bem ligero de como surgiu essa porra toda. Acompanhe um resumo do testu que li no Winkiperdia e assim desenvolverei o resto da mundiça. Vamus lá…

QUE PORRA É VOCALOID:

Vocaloid é um softiueri de síntese de voz através de fonemas. Sua premeira versão foi lançada em 2003 pela divisão musical da Yamaha. O objetivo inicial do pograma era servir pra vocalistas de apoio para altistas caseiros, DJs e estúdos musicais.
Para funcionar o software re quér bancos de vozes, que simpresmente são sampres de uma pessoa, que quando lidas pela engine vocaloid, permitem mudar o pit, o vulume, a intensidade da nota, entre muitos outros axspectos.
Em outubro de 2011 foi a terceira versão do pograma, entre seus diferencias encontra-se a portal bilidade de vocaloid2 para vocaloid3, trançições mais çuaves de notas e uma interface mais aprimorada.

O COMEÇU:

A Zero-G Corporatio foi a premeira empreza a desenvolver voicebanks pra Vocaloid, os primeiros voicebanks lançados se chamaram Leon e Lola. Ambus foram lançados comerciarmente em 2004 e receberam prêmios no NAMN. Tanto Leon quanto Lola são vocaloids ingrês.
Depois das vendas razoaveis de ambos os softwares, a Zero-G produziu mas um voicebank para vocaloid, dessa vez utelizaram uma voize actor conhecida na Inglaterra chamada Miriam Stockley, o nome da vocaloid foi em sua homenagem: Miriam. Hoje em dia Miriam ainda é considerada uma das melhores vocaloids inglesas.

Em novembro de 2005 a Crypton Future Media lançou seu premeiro voicebank para vocaloid chamado Meiko. Ela foi a primeira a adotar um avatar. Sua voz foi reconhecida e bem aceita pela qualedade.
Logo após, em fevereiro de 2006, a mesma empresa lansçou um vocaloid masculino chamado Kaito, que recebeu esse nome devido a fácil ponúncia e pra combinar com a antecessora, Meiko.
As vozes de Meiko e Kaito foram escolhidas e programadas para soarem harmoniosas em dueto.

A versão apremorada do primeiro software foi lançada em 2007, juntamente com ela uma nova empresa chamada PowerFX lançou um voicebank chamado Sweet Ann, ela foi inicialmente destinada ao público indie e musicistas do MySpace.
Em outubro de 2007 a Crypton lançou o primeiro voicebank para Vocaloid2 chamado Hatsune Miku (esça personagen é muito gostozinha), serguindo a mesma linha de pensamento, a empresa lançou seu produto com um avatar acoplado a um pequeno perfil da “personagem”. Hatsune Miku foi o maior sucesso de vendas que a história de vocaloid já viu. A personagem gerou merchandising, CDs , roupas, carros, jogos, etc, que somando se tornam em uma franquia milionária.

Subsequente ao sucesso iniçial, a Crypton lança dois novos voicebanks chamados Kagamine Rin/Len (o dueto gls), seguindo a mesma técnica de marketing. Sua recepção foi ruim devido a problemas com seus voicebanks. 6 meses depois eles foram re-lançados.
Zero-G volta ao mercado lançando uma vocaloid apropriada para a ópera chamada Prima. Devido a seu método de gravação, a limitação desse voicebank para outros gêneros musicais é alta, tornando-a imbrópria para quase todos os outros gêneros.
Ainda no mesmo ano, a empresa japonêsa InternetCO lança um vocaloid baseado na voz do cantor popular chamado Gackt.

O prósimo vocaloid a ser lançado segue a mesma linha dos outros vocaloids da Crypton, a voz chamada de Megurine Luka possui dois voicebanks, um em inglês e outro em japonês. Ela é a vocaloid mais popular entre os usuários ocidentais.

O GAME:

A apresentação do gami é seu maior chamariz e claramente, os produtores de Project Diva 2nd não mediram esforsos para fazer um bom serviço.

Os gráficos são muito bons, os personagens são bunitos e os movimentus de câmera e cortes fazem o joguim ser um expectaculo jogavel, assim comu a animação das personagens que dão um dinamismo amais ao jogo já que as mulézinhas dançam e pulam o tempo todo (se tivesse uma animação podreira não valeria nem ligar o vidio-game pra jogar).

Os personagens são todos desenhados em estilo Moe (estilu de desenho pra se fazer menininhas docis, adoravéis e meigas que o caba quando olha pensa logo em sexo). Se garotinhas animadas ultra fofinhas  e tesudinhas não fazem seu estilo, talvez tu devesse se tratar.

A interface do jogo embora seje toda em japonês não chega a cagar tando a vidia do jogardor, depois de se mexer um poquim você descobre o que cada coisa significa e as imagens intercaladas com cada opção ajudam muito o nego.

As fazes são verdadeiros videoclipes e possuem uma ótima direção. A câmera nunca para quieta e os personagens se interagem-se com os cenários. Vale a pena queimar um poquim de juízo pra ir pra proxíma faze só pra poder ver a música seguinte.

O áudio é definitivemente o ponto mais importante desse gayme, o programa Vocaloid faz toda a diferença, pois dá um aspecto “robotizado” as canções, o que combina totalmente com a poprosta do game já que estamos jogando com gostozinhas virtuais, bato muito nessa tecra por mode de que, se até o final do jogu tu não se apaixonar pela Miku é pq vc tem o coração duro como o que o Kid bengala tem no meio das pernas (acabei um casamento virtual com a Chun-li de mais de 20 anos pela novinha da Miku).

Um ponto de obeservação: a trilha sonora de Project Diva 2nd é composta só de J-Pop ultrage a rigor. Se você só curte Metal, Brega, Seresta, Axé ou música de fundo pra luta da Capoeira e a única coisa em japonêz que que tu escuta é as músiquinhas da abertura de Anime mela cueca, este game talvez não seja o que você prorcura (aposto um meiota como até o final do gayme você já até terá música favorita).

Muito bem, o que estou prestis a dizer provavelmente me tornará uma pessoa muito odiada por certos doidins mas correrei esse riscu.

Hatsune Miku: Project Diva 2nd é um game de ritmo. Sou um ultra expert neste gêneru pois já passei madrugadas vendu cine privé e tentando acertar as notas em joguim músicais. Já penei em Parappa the Rapper, Space Channel, Guitar Hero, Rock Band e digo sem nenhum pobrema que, não importa o quanto esteja com esses joguins , Hatsune Miku bota tudim no bolso e ainda joga um copo de suco de acerola em cima. O nível médium já é difírci, e olha que é só se usa-se O, X e as cetas. O modo Extreme é desgraçadamente impossívil em mais da metade das músicas mas o desafio é muito good.

Em todos os demais gaymes, as notas tem que ser apertadas corre em uma carreirinha fixa, seja ela no alto ou embaixo embaixo da tela, o jogador só precisa se manter-se atento a um único ponto e deixar o resto com a bitolação do gamer.

Aqui, as notas aparecem espalhadas pela tela bem dando a sensação que se esteja tomando um meteoro de Pegasçus.  Não apenas o jogador pricisa ter os refrexos para apertar os botões direito na hora certa, como deve ficar atento, para poder ver onde as notas surgirão em seguida.  Nível de desafio Mestre Paiemei.

Project Diva 2nd tem também uma tonelada de coizinhas para serem desbloqueados, que vão desdi músicas, personagens novos até dezenas de roupas (e biquininhos) para o elenco e itens variados para decorar o quartinho virtual de seu personagem.

Destravar tudo isso requer que o jogador comprete todas as canções em todos os nívis de dificuldade, o que leva um tempo do carai e provavelmente fará suas bolas cairem q nem bila.  Poucas coisas me assustaram tanto quando algumas músicas desse gayme no modo Extreme.

Então se encolha enroladinho no seu lençolzinho e tomando seu leite moça, pois chegou o dia em que uma menina virtual japonesa conseguiu ser mais hardcore que o Lynyrd Skynyrd.

Hatsune Miku: Project Diva 2nd é um game extremamente simprez…  Mas é muito cativante, mesmo para quem não é fã de Anime ou um grande conhecedor de J-Pop.

CURIOSIDADES

* O nome é composto de três palavras japonezas: o ‘primeiro’ (hatsu), “som” (ne) e “futuro” (Miku).

* Miku é dublada pela atriz  Saki Fujita. (Dubladora de alguns animes famozos no Japão, talvez o mais famoso deles aqui no Brazil seje DURARARA! Interpretando Ruri Hijiribe).

Saki Fujita

* O jogo é produzido pela SEGA

* O gayme faz uma pequena homenagem a Space Channel (antigu jogo da SEGA onde uma cantora saia derrotando inimigos dançando e cantando, Michael Jackson faz incrusive uma participação no game) em uma roupa chamada de Space Channel 39.

* Todas as músicas do gayme foram criadas por músicus independentis que adquiriram o vocaloid, paçaaram a fazer música e ganharam reconhecimento pelo seu trabalho.

É um gayme que eu indico e redinco, agora se você é dos que são do Brack Metal e não quer saber de outra coisa nem insista em pensar em jogar, quem avisa amigo é senão você acaba gostando das músicas e não vai querer ouvir ôtra coisa. Até a próxima negada.

About these ads
Post seguinte
Deixe um comentário

2 Comentários

  1. Vocaloid e legal ‘-‘

    Resposta
  2. OLHA EU AMO AS MUSICAS O VISUUU
    DA MIKU, RIN, LUKA, MEIKO MAS DIGO UMA COISAA NÃO ME JULGUE, MAS MEGURINE LUKA É A MAIS LINDAAAAAAAAAAAA ELA É TÃO FOFAAA
    LOL

    Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 775 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: